CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS
  Opinião

Clique e leia a crônica Tempos Novos, de Remaldo Cassol

Por farrapo.rs
16/06/2017 18:04
 

Remaldo Carlos Cassol Escritor

O escritor Remaldo Carlos Cassol, 75 anos, se interessou por literatura por influências do pai. Estudou em Porto Alegre, onde se formou na Pontifícia Universidade Católica. Em Caçapava do Sul foi patrono da Feira do Livro em 2010 e exerceu o cargo de presidente em diversas entidades como Ascai e Patronato. Também esteve à frente das Lojas Maçônicas Coronel Coriolano Castro – recuperação e perfeita fraternidade. No Espaço do Poeta, o escritor participará uma vez por mês com textos de diversos assuntos, entre eles, política.

Com cerca de 200 anos de república, ainda vivemos com características imperiais. Vamos conversar com diversos nomes das ruas, praças que permanecem homenageando os nossos antigos mandantes. Quantas marcas de loja, produtos de toda a espécie leva o nome alusivo ao poder dos mandatários primeiros de nosso país. Outro fato peculiar é nosso carnaval, é rara a escola de samba que não leva o nome de uma rainha, princesa ou alusão à lembrança. O principal folião chama-se “rei” momo.  Tudo bem, nossas raízes não estão fora de manter a imagem de nosso passado.

Vamos ao momento político atual. Vivemos novamente uma monarquia disfarçada e plural. Quanto político mantém seu mando até de corrupção envolvendo seu substituto, um filho, uma mulher ou parente chegado. Quando isso não acontece aparecem os filhotes de políticos já superados, tendo o mando em sua mão, mas quem da às ordens são os velhos jagunços e raposas políticas. Dificilmente uma cidade elege seus mandantes que não tenha compromissos políticos, financeiros e, principalmente, promessa de empregos.

Nosso município não concordou com a velha política que domina principalmente as pequenas cidades. Em último pleito municipal com surpresa para a maioria do povo a eleição municipal fez uma transformação na continuidade política administrativa. Foi eleito um jovem sem compromisso com as velhas oligarquias, ranços partidários e motivados por heranças políticas de qualquer ordem.

Está em suas mãos o destino de nossa ex-capital farroupilha com ideias novas: volto a dizer, sem compromissos a não ser com a vontade de bom governo e responsabilidade de satisfazer a nossa comunidade, até em razão dos que confiaram em sua gestão.

Por isso, devemos acreditar em um governo de austeridade, sem planos fora de nossa realidade social e econômica, direcionando salvaguardar o interesse dos mais humildes.

Desejo que a principal arma, nestes tempos difíceis seja a criatividade tão carente no mundo administrativo, principalmente municipal.

A colaboração e a compreensão do povo dando apoio é também um dos fundamentos essenciais para uma boa gestão.

 

Participe

Quem quiser contribuir com o Espaço Literário também é bem vindo. Novos colaboradores são bem vindos. O leitor também pode enviar sugestões para o espaço, como ideias para o nome, críticas de conteúdos e o que pode ser incluído. Para mais informações, envie email para jornalismo@farrapo.com.br. 


Por farrapo.rs

Farrapo