CLIQUE NO BANNER E SAIBA MAIS
  Brasil

Governo Federal avalia acabar com o horário de verão no país

Por farrapo.rs
05/09/2017 11:27
 

O horário de verão segue sendo avaliado pelo governo federal. O Ministério de Minas e Energia e os órgãos do setor investigam se a alteração do horário, de fato, gera economia de eletricidade. 

A mudança no perfil do consumo de energia dos brasileiros é o alvo da pesquisa.  Entre outubro e fevereiro deste ano, a economia foi de apenas 0,5% de todo o consumo elétrico do país.

Uma das principais razões dessa mudança é o aumento do uso de aparelhos de ar condicionado. Técnicos do MME apontaram nos estudos que a temperatura é o que mais influencia os hábitos do consumidor e não o período de luz durante o dia.

A justificativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata, publicada no Jornal Zero Hora, é de que o horário de verão não serve para reduzir o consumo de energia, mas sim para diminuir a concentração da carga nos horários de pico.

Em abril deste ano, foi cogitado o término do horário de verão em Goiás. A medida para acabar com o horário passou na Assembleia do Estado, mas o governador Marconi Perillo (PSDB), vetou integralmente o projeto. Para o G1, a assessoria do governador explicou que Perillo barrou o projeto amparado em um parecer técnico da Procuradoria Geral do Estado. Segundo o parecer, a inclusão do estado no horário de verão está dentro de uma legislação federal. Assim, não cabe ao estado, de maneira unilateral, decidir pela mudança.   

De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia, o horário de verão durou 126 dias e gerou uma economia de R$ 159,5 milhões ao sistema no ano passado. O custo, no entanto, é considerado irrelevante para o setor. A primeira vez que o Brasil adotou o horário de verão foi em 1931 e desde 1985, é aplicado todos os anos.


Por farrapo.rs

Farrapo