PROMOÇÃO CURTA COMPARTILHE - CLIQUE AQUI
  Esporte - Especial

Caçapavano crava meta para o ano: vencer a São Silvestre 2018

Por farrapo.rs
08/01/2018 11:16
 

Sabe aquelas metas que surgem de uma conversa despretensiosa e se tornam realidade? Pois é, o caçapavano José Eraldo Marques está levando isso a sério. Ele participou da Corrida de São Silvestre, no dia 31 de dezembro e conseguiu cumprir o objetivo pessoal.

Marques contou que não tinha costume de fazer caminhada ou correr, até ser desafiado por um amigo: “Ele me disse que eu não conseguiria correr do viaduto entre as BRs 392 e 290 até a entrada da cidade. Serviu como estímulo. São cerca de 15 quilômetros de distância, mas mesmo sem preparo físico consegui”.

A partir daí Marques não parou. Estabeleceu uma rotina de treinos por conta própria e foi novamente desafiado. Desta vez, para disputar a São Silvestre. E ele topou.

Para ir bem na corrida, buscou auxílio técnico de Rivail Zanetti. Fez dois meses de treinos intensivos. Da DB até o Estádio Municipal, e não parou por aí.


Sem dinheiro, o jeito foi vender o carro e contar com uma ajudinha

Como não tinha dinheiro para ir a São Paulo, José Marques buscou ajuda e tomou uma atitude: “Meus amigos arrecadaram R$ 500,00. Ajudou bastante, mas não era suficiente então vendi meu carro pra poder viajar”.

Um apoio extra também foi bem-vindo: “Não tinha um par de tênis para correr, meu amigo Artur Fernando Machado me emprestar, seria mais um empecilho para poder correr”.

Na capital financeira do país, não teve ostentação: alimentação simples e foco na corrida. Deu certo: “Fiz a prova em 1h4min, em um percurso de 15 quilômetros. Só não fiz em menos tempo porque demorou para abrir espaço. O pessoal da elite, fez a prova em 44 minutos”, destacou José Eraldo, que ainda brincou: “Meu amigo acabou mordendo a língua!”.


“Meu sonho é vencer a São Silvestre”

José Marques (à esq.) disputou a São Silvestre 2017 pela primeira vez (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)
A participação na corrida marcou tanto a vida de José Marques, que segundo ele ficou com gostinho de quero mais: “Meu sonho é vencer a São Silvestre. Vou treinar ainda mais para conseguir este objetivo”.

Nos planos do caçapavano também estão outras corridas, como o Circuito Sesc, em que a final será realizada em Torres, dia 2 de dezembro de 2018: “Agradeço a todos que me ajudaram nesta minha maratona para disputar a São Silvestre. Quero melhorar meu desempenho, mas preciso de apoio. Quem puder me ajudar de alguma forma pode ter certeza que vou fazer o meu melhor para representar Caçapava”.


Sobre a prova

A corrida da São Silvestre começou com o jornalista Cásper Líbero, que se inspirou em uma corrida noturna francesa em que eram carregadas tochas pelos próprios competidores durante o percurso. Com 92 edições já realizadas, a São Silvestre conta com a participação de aproximadamente 30 mil participantes e, tem um percurso atual de 15 km, com largada e chegada na Avenida Paulista.



No vídeo abaixo, José Marques fez um agradecimento após o término da prova.



Por Eduardo Schneider


Por farrapo.rs

Farrapo