Economia

Primeira usina fotovoltaica flutuante do Brasil deve entrar em operação em dezembro

Plataforma flutuante vai gerar energia suficiente para alimentar mais de 20 mil residências. Saiba mais sobre os benefícios da energia solar

30/11/2018 18:28
 

Usina Solar Fotovoltaica Flutuante instalada no Rio São Francisco (Foto: Saulo Cruz)

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco - Chesf começou a construir uma usina fotovoltaica flutuante no reservatório da Usina Hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia, que deve entrar em operação em dezembro deste ano.

Pioneira no Brasil, a plataforma flutuante terá área equivalente a sete campos de futebol, e gerará energia suficiente para alimentar mais de 20 mil residências. Conforme a Chesf, as usinas flutuantes são uma boa alternativa porque aproveitam a grande área do reservatório, e a água promove o resfriamento das placas, aumentando a eficiência na geração de energia limpa.

Pesquisadores da Companhia afirmam que a energia fotovoltaica e a hidrelétrica se complementam, pois com a sombra das placas no reservatório, as placas retardam a evaporação, sobrando mais água para a usina hidrelétrica gerar eletricidade através de duas maneiras.

As usinas flutuantes também podem ser alternativas para regiões rurais, onde açudes e lagos têm papel importante nas atividades diárias, pois gerariam energia suficiente para abastecer o consumo de energia elétrica, ao mesmo tempo em que desaceleram a evaporação, fazendo que o açude ou lago demore mais para baixar o nível.

Para saber mais sobre usina fotovoltaica, que é referência em geração de energia limpa, haverá uma palestra na Associação Comercial e Industrial de Caçapava do Sul – Acic, na próxima quinta-feira, dia 6, às 19 horas.

As vantagens com a utilização de placas solares serão alguns dos assuntos abordados pelo engenheiro eletricista Fabricio Cazakevicius. A participação é gratuita, só é preciso confirmar presença com antecedência pelo WhatsApp: (55) 99946 0609.

Farrapo






Topo