Segurança Pública

Brigada Militar divulga números sobre os crimes de abigeato em Caçapava do Sul

Por Eduardo Schneider
29/03/2019 17:53
 

Sede da Brigada Militar em Caçapava do Sul (Foto: Arquivo/Farrapo)

Uma reunião foi realizada na Brigada Militar para divulgação de dados sobre os crimes de furto abigeato em Caçapava do Sul nesta sexta-feira, 29.

Os dados envolvem o número de ocorrências registradas de 2015 até março deste ano. Neste período, o ano com maior número de ocorrências foi 2016 e o ano com maior número de animais furtados e carneados foi 2018.


Crimes de Abigeato em Caçapava do Sul

  2015     2016     2017     2018     2019*  
  Ocorrências   50 80 43 36 12
    Animais 383 267 268 584 73

*Meses de Janeiro, Fevereiro e Março


Segundo o capitão Luiz Mário dos Santos, as ocorrências baixaram consideravelmente em 2018, no entanto o número de animais vitimados subiu por conta de dois casos específicos.

“Nossa preocupação maior é com as carneadas de animais, por isso nosso foco é trabalhar na prevenção. Nesse sentido, todos os produtores podem colaborar com a BM, registrando ocorrências, por menor vulto que seja”, ressaltou.

As operações policiais também colaboram com a prevenção dos crimes de abigeato. Reativada no dia 13 de março de 2019, a Patrulha Rural já percorreu 1.403 km, somando cinco viaturas e sete pessoas envolvidas. Ao todo, 30 localidades foram visitadas, sendo que nas Guaritas e Minas do Camaquã, dois veículos clonados foram apreendidos.

“As visitas nas localidades também serviu para cadastrarmos os moradores. O objetivo é facilitar o contato entre a população da zona rural com a Brigada Militar, afim de prevenir e combater os crimes de abigeato”, explicou o capitão.

Outra ação recente foi um patrulhamento rural nos municípios de Santana da Boa Vista, Caçapava e Lavras do Sul nos dias 28 e 29 de março deste ano. A operação envolveu 13 PMs e seis viaturas. Ao todo, foram percorridos 579 km, abordadas 45 pessoas e 34 veículos.


Por Eduardo Schneider

Farrapo




Topo